Porto | Portugal | jruicorreia@gmail.com

Retrospectiva

[Galeria do Café Majestic - Porto - Novembro 2016]

[Porto - Galeria Café Majestic - Dez.2015]





[Galeria Majestic-2015]


"Contemporary Identities/Invisible Gestures"
showcases the cultural diversity of Iberoamerica through the art of photography. The exhibition, featuring work from artists from 18 countries of Latin America, Portugal and Spain, centers on the relationship between identity and the self in a digital world.

This project is presented in collaboration with the Iberoamerican Cultural Attachés Association (AACIA) and is part of Fotoweek DC.

Participating Embassies:
Argentina, Brazil, Chile, Colombia, Costa Rica, Cuba, Dominican Republic, Ecuador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Mexico, Paraguay, Peru, Portugal, Spain, Uruguay, and Venezuela.

Participating Artists:
Alexis Mandujano, Ana Adarve, Ana de Orbegoso, Carlos Cánovas, César Quijada, Esteban García, Fernando Carrera, Ilana Liechtenstein, José Rui Moreira Correia, José Luís Neto, Luis Chay, Mary Rosa Jiménez, Muriel Hasbun, Raúl Canibaño, Ricardo Migliorisi, Ricardo Rivera, Roberto Fernández Ibáñez, Roxana Nagygeller, Susana Carrié, Yamina del Real.

[Jardim Botânico do Porto-2014]

“Contemporary Identities: Invisible Gestures”
Around the world, people’s understanding of their identities has been shaped by the essential role of today’s development of technology. We have constructed a cyberculture in which communication technologies become extensions of the body, giving them the potential to modify essential aspects of our sociability and the relationship to ourselves. The exhibition, “Contemporary Identities: Invisible Gestures”, reflects and defines Iberoamerican nations within a global context, addressing the concern for the scattering of identities through virtual reality. Creating a common and relevant expression of our times, the exhibition demonstrates the awareness of Iberoamerican cultures.
The photographs are interpretative and dynamic. They demonstrate the search of intimacy, independence, and identity of the individual in contrast to the pluralization within cyberculture. The exhibition invites for an analysis on the production of identities constructed as part of cyberspace, and thus demonstrates the challenge of remaining true to oneself with the use of technology. Through the lens of Iberoamerican artists, the photographs present a contemporary concern reflective of all visitors: the need for introspection.
Empowering visitors to critically look from their own vantage point, the exhibition guides them to interpret the meaning of the photographs through the context of language. The accompanying text will be composed of descriptions of the exhibiting works and of relevant literary pieces from Iberoamerican writers and poets. Representing a dialogue between tradition and today, the exhibition portrays the intersection of traditional literature and contemporary photography. Iberoamerican artists have always played a social role as guides, teachers and consciences of their countries, their task being either the comprehension of contemporary problems or the expression of the interests and concerns of man.
The exhibition, “Contemporary Identities: Invisible Gestures,” is, in conclusion, an artistic reflection on a modern concern. It attempts to awaken a unified yet personal awareness of the repercussions of technology on the individual. On the one hand, it presents identities that are constructed from fear of anonymity within cyberspace, confused between being constantly exposed virtually, while being physically isolated. Yet at the same time, these contemporary works retain a kind of faith in the ability of a photographic portrait to capture aspects of the subjective experience and search for self understanding. As we are part of a virtual world, we must remember the value of the diversity found in the people of our countries. The uniqueness of each Iberoamerican nation inspires the exhibition to reflect the importance of the individual’s search for the intimate and personal roots of our identities.
(Text of Curation/Texto da Curadoria)  (photos / fotos)



A vida... e a gente põe-se a pensar em quantas maravilhosas teorias os filósofos arquitectaram na severidade das bibliotecas, em quantos belos poemas os poetas rimaram na pobreza das mansardas, ou em quantos fechados dogmas os teólogos não entenderam na solidão das celas. Nisto, ou então na conta do sapateiro, na degradação moral do século, ou na triste pequenez de tudo, a começar por nós.
Mas "a vida é uma coisa imensa" que não cabe numa teoria, num poema, num dogma, nem mesmo no desespero inteiro dum homem.

Miguel Torga, in "Diário (1941)"

[foto por Rui Pedro Correia]

[Um Café Filosófico...integrado na exposição]

[...no âmbito da exposição...]



[NEFUP]

[Foto de capa_José Rui Correia-2013]

[Foto de capa_José Rui Correia-2012]

[Participação e foto de capa_José Rui Correia]



[Porto-2012]

[...Galeria de Autores, pág. 54]


[Porto-2012]
Exposição
"Onde Está O Porto?"
(Fotografia)
Igreja de São Lourenço (Grilos)
-
de 30 de Junho a 29 de Setembro


( Prof. Hélder Pacheco...)




[Porto_2012]



[Porto - 14 Fotos - "Um Olhar Alternativo" - 2011]







"O valor das coisa não está no tempo que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."
(Fernando Pessoa)
.












[Porto-2011]


Café Filosófico - 100




[2011]

Café Filosófico
"Onde está o Porto?"

Clube Literário do Porto-2010

Mercado do Bolhão, Porto-2006


Espaço AXA (Campo Alegre)_Porto-2010

Rua Gonçalo Sampaio, 39
de 19 de Novembro a 17 de Dezembro






"Onde está o Porto?" ... com palavras de Júlio Couto ...







Onde está o Porto?


Dia Nacional dos Centros Históricos
27 de Março de 2010
2ª Feira Franca-Palácio das Artes
Porto






Onde está o Porto?

Galeria da Santa Casa da Misericórdia do Porto, 2010
22 de Março a 30 de Abril

Onde está o Porto?

Casa Museu Bissaya Barreto, Coimbra 2010
De 28 de Janeiro a 14 de Fevereiro

"Um Reino Maravilhoso"
Retratos de Trás-os-Montes


Sala de Exposições Temporárias do Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques
de 9 de Janeiro a 7 de Fevereiro de 2010
Organização Câmara Municipal da Lousã

"Onde está o Porto?"

[Virgílio Borges Pereira responde a ...Onde está o Porto?
... falando sobre as relações entre espaço físico e sociedade]
Clube Literário do Porto - 20 de Agosto de 2009
.
[Hélder Pacheco responde a ...Onde está o Porto?]
Clube Literário do Porto - 13 de Agosto de 2009
.
[O autor diz...Onde está o Porto?]
foto de Rui Pedro Martins Correia

Praia da Memória - Porto Canal/Porto Alive! - 12 de Agosto de 2009


[clube literário do porto-2009]

Exposição Colectiva - "Viagens"

[Ermesinde - 2009]
Restaurante "O Museu"
de 07 de Março de 2009 a 20 de Outubro de 2011

"Afinal, a melhor maneira de viajar é sentir. 
Sentir tudo de todas as maneiras. 
Sentir tudo excessivamente..." de Álvaro de Campos.

Exposição - "Um Reino Maravilhoso"...
Retratos Rurais de Trás-os-Montes


...entre "brandas" e "inverneiras"...aglomerado populacional...
[foto: Castro Laboreiro - 2008]

Percorrendo terras transmontanas, fiquei fascinado com aquela paisagem de pequenas casas, simples, todas iguais, que se escondem por entre “os Montes” numa atitude austera a que o granito empresta toda a sua força.
Rostos encarquilhados e crestados pelo sol, parecendo pergaminhos, fazem-nos adivinhar uma vida de dificuldades.
Uma vida cheia de “pequenas coisas” que para nós, forasteiros, são meros pormenores mas que afinal são a essência daquelas pessoas.
Pensei que seria interessante divulgar, através das fotografias que tirei por essas alturas, um pouco do ambiente rural e dessas gentes puras e hospitaleiras.
E surgiu a ideia de ”...levar a Serra ao Mar...”

CAE-Centro de Artes e Espectáculos-Figueira da Foz
(Sala Afonso Cruz)
de 28 de Fevereiro a 31 de Março de 2009

Exposição Colectiva - "Viagens"


foto: [Leiden, Holanda-2005]

“Viajar? Para viajar basta existir.
...As viagens são os viajantes. O que vemos, não é o que vemos,
senão o que somos.”
in, Livro do Desassossego de Bernardo Soares
"Doce Ritual" - Rua da Torrinha, 86A - Porto
de 05 de Janeiro a 28 de Fevereiro de 2009

Exposição - «Percursos»

[Porto-2008]

Automóvel Clube de Portugal (Sala D. Afonso)
de 23 de Junho a 11 de Julho

Exposição - "Paisagens Sonhadas"

[Ermesinde-2008]

Restaurante "O Museu"
de 04 de Maio a 17 de Junho



Exposição ~"Rios Eternos"~

[Porto-2008]
de 10 de Março a 10 de Abril

Exposição - "Paisagens Sonhadas"

[Porto-2008]

"Clube Literário"
de 8 a 30 de Março

Exposição ~"Rios Eternos"~

[Porto-2008]

Galeria do "Café Magestic"
de 16 de Fevereiro a 8 de Março

Exposição - "Paisagens Sonhadas"

[Figueira da Foz-2008]
de 2 a 22 de Fevereiro
http://tubodensaio.com/


[Estremoz-2007]
imagem: Menção Honrosa no Concurso
"Desenhar com Luz-Encontro de fotografia no Alentejo"
organizado por: A Contemporâneus, associação para a promoção
da arte contemporânea, a 1000 imagens
e a Direcção Regional da Cultura do Alentejo.



[O Porto...é por aqui-2007]

imagem: Menção Honrosa no Concurso
"Porto, Património Mundial da Humanidade",
promovido pelo Jornal de Notícias.

Exposição - "Um Porto Genuíno"

[Papel & Ca.-"A festa"-2007]

Exposição~Rios Eternos~retratos rurais



[O espaço-2007]
Restaurante "O Museu" - Ermesinde
de 17 de Novembro a 31 de Dezembro

Exposição - "Um Porto Genuíno"

Utilizando o preto e branco tento captar as luzes e as sombras,
e os sentimentos,
de uma cidade capital de um povo com alma e coração - o Porto.
"Um Porto genuíno" com a arquitectura das suas ruas e vielas,
e as suas gentes.É um Porto que se extingue rapidamente, e já quase pertence ao passado,
aquele que tento agarrar e mostrar nas minhas imagens.

http://papers.online.pt




Exposição~Rios Eternos~retratos rurais

[Exposição-2007]



Exposição:"O PORTO"...(sentido por mim)

[1ª Exposição-2007]

..."as luzes e as sombras, os sentimentos,
de uma cidade, capital de um povo, com alma e coração - o Porto"...